Pesquisas e Artigos

Movimento Mãe Águia faz exposição na Câmara Municipal de Campo Grande

Fonte: http://www.topmidianews.com.br/

O Movimento Mãe Águia no combate à violência sexual cometida com crianças e adolescentes está contribuindo para reduzir esses índices, em Mato Grosso do Sul. Em razão da repercussão positiva desse trabalho, o Movimento Mãe Águia, em parceria com a Câmara Municipal de Campo Grande realiza, nesta sexta-feira (09), uma exposição e palestra sobre a exploração sexual.

O evento, realizado em alusão ao Dia Nacional de Enfrentamento ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, que é celebrado no dia 18 de maio, está agendado para iniciar a partir das 8h, no Plenário Oliva Enciso, na sede da Casa de Leis.

Durante a apresentação serão demonstradas as ações realizadas, os registros fotográficos, resultados de pesquisas, bem como a diretoria da Associação. Haverá, ainda, palestra com a assistente social mestranda, Daniela de Cássia Duarte, e da conselheira tutelar Meliane Higa Cimatti do Nascimento.

Convém salientar, que quem participar da exposição ainda poderá doar 2 kg de alimentos não perecíveis, que serão destinados às entidades atendidas pelo projeto. Ao final do evento, os participantes receberão um certificado.

Daniela de Cássia Duarte, contou que os trabalhos de prevenção iniciaram desde 2004, mas a Associação foi fundada oficialmente apenas no dia 20 de dezembro de 2013.

"No decorrer do exercício profissional, desde 2004, desenvolvo ações de prevenção às múltiplas violências, trabalhei nos Centros de Referência de Assistência Social (Cras) nas regiões no Jardim, Canguru e Moreninhas, envolvendo vários bairros do entorno. Depois disso, trabalhei no Programa Vale Renda na região do Anhanduizinho I e a partir da interação grupal diária com as famílias, eu constatei diversas situações de abuso sexual. Por isso, resolvei tratar de um Projeto voltado a este tema", contou a assistente social.

Objetivos

O principal objetivo do Movimento Mãe Águia é atuar no enfrentamento à violência sexual contra as crianças e adolescentes, por meio de ações educativas, oficinas e palestras, não só com as famílias, como a sociedade em geral.

A assistente social contou que o Projeto se expandiu, no decorrer do tempo, as instituições de ensino e Organizações Não Governamentais buscam interagir e solicitam por suas palestras. "O intuito é sensibilizar as famílias para o cuidado e a proteção que elas devem ter com as crianças e adolescentes em relação a construção de novas relações sociais, no âmbito intrafamiliar, na escola, instituição e comunidades", explicou.

Além das palestras, Daniela de Cássia disse que o Movimento visa passar orientações e dar encaminhamentos com suporte de toda a rede de proteção e atendimento social.  "Agora, como Associação, queremos ampliar as ações. Não há como precisar o número de atendimentos, mas já tivemos um trabalho de sensibilização que atingiu 2682 famílias, totalizando 50 grupos", disse.

Futuro

Dentre as principais expectativas, está conseguir novas parcerias. "Realmente, nossa expectativa é de ampliar, conseguir novos parceiros. Principalmente, sensibilizar a iniciativa privada sobre a responsabilidade social e a necessidade de cumprir a legislação estadual, de acordo com a própria lei em que as empresas com um determinado número, são orientadas a oferecer cursos para os funcionários, de sensibilização".

A intenção de aumentar os atores sociais envolvidos, fazendo com que a iniciativa privada seja signatária da associação, para garantir recursos que deverão ampliar as ações do Movimento. Também é importante destacar que o Movimento Mãe Águia compõe o comitê de enfrentamento da violência e direitos sexuais de crianças e adolescentes de MS, representando a sociedade civil.

 
VOLTAR
Associação Movimento Mãe Águia © 2016